Tag Archives: paz

Preparada?

19 out

Seja bem-vindo João Otávio!

Escuto quase todo mundo dizer que para ter filhos precisa melhorar a situação financeira e, principalmente, estar mais preparado para o papel de pai ou mãe (já pensei assim).

Uma amigona minha, recentemente, descobriu a gravidez! Está uma gestante lindona e brilha como o sol. É uma delícia ouvir as histórias dela e as preocupações atuais (básicas de toda mamãe de primeira viagem).

Ela escreveu sobre a gestação, os preparativos da vida, sensações e como está preparando-se para ser mãe! Olha aí:

Prepare-se

Se você está pensando em engravidar em breve, permita-me um conselho
– e  acostume-se com eles, afinal todo mundo tem uma super dica para
as grávidas: prepare-se.
Prepare-se para os enjôos, seios inchados, cansaço extremo,
esgotamento físico e noites mal dormidas. Prepare-se para as mudanças
repentinas de humor, o choro fácil, a irritação por nada, o riso à
toa, a carência e a vontade de fugir pra uma ilha deserta – tudo isso
no mesmo dia.
Prepare-se para as mudanças na alimentação, para deixar de comer
coisas que ama e amar coisas antes impensáveis. Prepare-se para os
desejos estranhos e para comer as comidas mais gostosas da sua vida:
nada é mais delicioso do que aquilo que você deseja quando grávida.
Prepare-se para sentir um misto de preocupação, medo e angústia, e
por se sentir completamente responsável por alguém que você ainda nem
sabe direito como é. Prepare-se para cuidar e educar uma criança – e
para todo o peso que isso carrega.
Prepare-se para questionar seus valores, criticar outros pais e
descobrir, no minuto seguinte, que você não tem a menor idéia da
“encrenca” que está se metendo. Prepare-se para relembrar sua
infância, entender melhor as preocupações de seus pais e querer fazer
qualquer coisa para cuidar e proteger seu bebê.
Prepare-se para se emocionar. Você vai se emocionar quando ler
“positivo” no exame de gravidez, vai se emocionar no primeiro
ultrassom ao escutar um coraçãozinho muito minúsculo batendo dentro de
você. Vai se emocionar em todos os outros ultrassons sempre que vir o
quanto seu bebezinho cresce. Vai se emocionar quando souber o sexo e
decidir o nome. E em todas essas vezes, você vai chorar.
Prepare-se para ser mimada, muito mimada. Prepare-se para todos os
cuidados –  muitas vezes excessivos – de todos ao redor. Prepare-se
para se descobrir iluminada, e ser ao mesmo tempo mais paciente com as
limitações de quem você ama.
Prepare-se, sobretudo, para um amor que você antes desconhecia
completamente. Prepare-se para amar seu bebê mais do que qualquer
coisa no mundo, para amar mais o pai da criança a cada minuto, para
amar a família que está construindo. Prepare-se para um amor que não
caberá em você.
E, depois de tudo, prepare-se para descobrir, todos os dias, que você
não se preparou o suficiente.

fonte: texto de Jully Fernandes, mãe do João Otávio.

Anúncios

Amamentação: tranquilidade sim, estresse não!

13 jun

Essa é para as gravidinhas e seus amigos/parentes mais próximos:

Você sabia que uma situação de estresse pode reduzir o leite ou até que o reflexo do leite seja inibido? Está comprovado que os hormônios do estresse são capazes de inibir a ação da prolactina (produção do leite) e da ocitocina (descida do leite).

Eu confesso que nem todos os momentos são de tranquilidade. Conto com a ajuda do meu esposo no dia a dia, sempre que pode, e digo aos papais que não apoiam nem ajudam a mamãe durante a amamentação, seja com os outros filhos, com a casa ou simplesmente não trazendo um copo de água quando sua mulher estiver oferecendo o peito para o bebê, saibam que são atitudes que deixam a mamãe preocupada com “muito mais coisas” do que somente a amamentação, deixando-a ainda mais intranquila.

Mãezinha, lembre-se: problemas no trabalho ou uma depressão também são fatores da inibição da produção e descida do leite.

Caso você não tenha como pedir, mostre o post aos seus parentes ou amigos:

Você precisa ficar longe de qualquer estresse. Seu bebê irá lhe tomar todo o tempo do mundo e seus hormônios estarão uma loucura. 

Além disso, mamães estressadas sentem mais dificuldades em acomodar direitinho a criança no peito. Quando fico assim, sinto dificuldade mesmo e vou fazendo o possível para relaxar: respiração, água, postura… Porque, caso contrário, o bebê poderá não abocanhar direito a aréola, sugando com deficiência e, consequentemente, se alimentando pouco. Como a sucção libera a ocitocina, a descida do leite também estará prejudicada. A consequência desses dois fatores juntos: choro do bebê por fome e mais estresse por parte da mamãe, tornando um ciclo vicioso até haver o desmame precoce.

A mãe deve amamentar com tranquilidade para que o leite desça e o bebê abocanhe adequadamente o mamilo para que todos os hormônios do organismo da mamãe funcionem da maneira mais sincronizada possível.

Dicas: 

1. Na hora de amamentar procure um lugar bem sossegado e que ninguém atrapalhe esse momento tão prazeroso e importante tanto para mamãe e bebê.

2. Não se sinta mal educada de pedir que uma visita vá embora ou não venha até a sua casa está se sentindo cansada. Aproveite o momento para descansar.

3. Peça ajuda sempre seja de profissionais ou mesmo do maridão.

Amamentar não é instintivo. É um ato a ser aprendido e que precisa de tranquilidade.

Profissional em amamentação: Fono Tatiane Girardi Bernardes (www.facebook.com/fonotatiane.girardibernardes)
Fonte: Guia do bebê

Boa sorte a todas!!!  Beijokas

%d blogueiros gostam disto: