Tag Archives: mamães

Diga NÃO ao begezão!

14 jun

Nós, mulheres, já sabemos que o bege não favorece em nada, só por baixo de roupa branca.

No período de amamentação não é diferente. O exercício mais frequente de quem amamenta é levantar a blusa, abrir, levantar, tirar e… por fim… abaixar o sutiã. E o que mais precisamos é de conforto, segurança e praticidade, inclusive nesta fase. Não é brincadeira ou frescurinha. Isso tudo ajuda a não estressar a mamãe.

Mas aí você se olha no espelho e vê aquela mulher com cheirinho de leite, “um pouco” desarrumada, sem tempo para detalhes que consideramos relevantes.

Pensando nisso, uma das coisas que eu não quis – de jeito nenhum – foi usar aquele sutiã begezão, do tempo da vovózinha. E posso afirmar que faz toda diferença!

Encontrei na internet dois modelos fofos e fashion de sutiã de amamentação, mas com estampas diferentes dos que comprei.

Image

Esse é mais ousado, mas adorei!

Image

Eu tenho um modelo todo branco que, ao abrir, fica uma renda ao redor do seio. O outro é de poá com bolinhas vermelhinhas e lacinho de cetim. Ambos confortáveis, de boa sustentação e lindos. Encontrei em lojas de lingeries.

#FicaDica pra quem amamenta ou vai amamentar. Amamente e sinta-se linda! Eu me senti!

bjinhos

Anúncios

Amamentação: tranquilidade sim, estresse não!

13 jun

Essa é para as gravidinhas e seus amigos/parentes mais próximos:

Você sabia que uma situação de estresse pode reduzir o leite ou até que o reflexo do leite seja inibido? Está comprovado que os hormônios do estresse são capazes de inibir a ação da prolactina (produção do leite) e da ocitocina (descida do leite).

Eu confesso que nem todos os momentos são de tranquilidade. Conto com a ajuda do meu esposo no dia a dia, sempre que pode, e digo aos papais que não apoiam nem ajudam a mamãe durante a amamentação, seja com os outros filhos, com a casa ou simplesmente não trazendo um copo de água quando sua mulher estiver oferecendo o peito para o bebê, saibam que são atitudes que deixam a mamãe preocupada com “muito mais coisas” do que somente a amamentação, deixando-a ainda mais intranquila.

Mãezinha, lembre-se: problemas no trabalho ou uma depressão também são fatores da inibição da produção e descida do leite.

Caso você não tenha como pedir, mostre o post aos seus parentes ou amigos:

Você precisa ficar longe de qualquer estresse. Seu bebê irá lhe tomar todo o tempo do mundo e seus hormônios estarão uma loucura. 

Além disso, mamães estressadas sentem mais dificuldades em acomodar direitinho a criança no peito. Quando fico assim, sinto dificuldade mesmo e vou fazendo o possível para relaxar: respiração, água, postura… Porque, caso contrário, o bebê poderá não abocanhar direito a aréola, sugando com deficiência e, consequentemente, se alimentando pouco. Como a sucção libera a ocitocina, a descida do leite também estará prejudicada. A consequência desses dois fatores juntos: choro do bebê por fome e mais estresse por parte da mamãe, tornando um ciclo vicioso até haver o desmame precoce.

A mãe deve amamentar com tranquilidade para que o leite desça e o bebê abocanhe adequadamente o mamilo para que todos os hormônios do organismo da mamãe funcionem da maneira mais sincronizada possível.

Dicas: 

1. Na hora de amamentar procure um lugar bem sossegado e que ninguém atrapalhe esse momento tão prazeroso e importante tanto para mamãe e bebê.

2. Não se sinta mal educada de pedir que uma visita vá embora ou não venha até a sua casa está se sentindo cansada. Aproveite o momento para descansar.

3. Peça ajuda sempre seja de profissionais ou mesmo do maridão.

Amamentar não é instintivo. É um ato a ser aprendido e que precisa de tranquilidade.

Profissional em amamentação: Fono Tatiane Girardi Bernardes (www.facebook.com/fonotatiane.girardibernardes)
Fonte: Guia do bebê

Boa sorte a todas!!!  Beijokas

Quentinho, confortável e prático

10 jun

Amigas e leitoras,

Quem acompanha o blog deve ter estranhado o nome. Pois é, mudei. Achei mais gostoso e fofinho Cheirinho de Mãe, afinal, nosso cheiro é “como” de bebê, único. Estou mudando tudo, inclusive o layout novo está ficando lindo!

Depois de um bom tempo sem postar, porque a Julinha ficou doente (mais tarde conto o susto e, também, sobre algumas atitudes drásticas que tive que tomar com as visitas nesta fase, ainda mais prematura) quero falar sobre as roupinhas de inverno para os babys. A Júlia completa dois meses dia 14 (18 dias de idade corrigida). E mais do que deixar ela linda e toda enfeitada, penso no conforto e praticidade para nós mamães e para os bebês também.

Alguns macacões lindooooos possuem botões (florzinhas, ursinhos, lacinhos, babados…) em locais que atrapalham e podem até machucar (principalmente nas meninas). No inverno, especialmente, praticidade é tudo! E a melhor opção é investir em peças bem quentes e práticas, sem ter que colocar muitas roupas e “empacotar” o nosso amorzinho. Assim como a maioria das mães de primeira viagem, gastei horrores comprando roupinhas lindas e aqueles macacões que ficam fechados nos pés! O resultado é que fico afliiiita com eles.

Então a dica é:

1. Estou pegando os macacões com pezinhos fechados que ainda servem e cortando (fazendo bainha) para continuar usando por mais tempo, pois são largos, quentes e nos braços ainda sobra bastante espaço e tamanho.

2. Coloquei as roupas mais gostosas e práticas acima das cheinhas de frufru! Percebo que a Ju fica bem mais tranquila e confortável.

3. Roupinhas de algodão egípcio são ótimas. Mas, as de algodão flanelado são mais quentes e não requer tantas peças sobrepostas para aquecer o bebê.

4. A Renner tem a coleção Teddy Boom a preços ótimos. O body infantil manga longa em ribana é uma delícia. Não tem botão e não arrasta no rosto do bebê na hora da troca. Esse azul é igual ao da Júlia (que é branco). Existem várias estampas lindas e bem moderninhas. Algumas parecem as tees da Zara. O preço é ótimo, em torno de 15 a 20 reais.

5. Além dos bodys, na Renner você encontra os agasalhos flanelados, de algodão, por dentro e por fora. Bem quentinhos, dispensam o pagão. Para as trocas de fraldas de 3 em 3 horas, é uma mão na roda também pela praticidade. Além dos bodys, casacos (peluciado na parte interna) e agasalhos quentinhos (custam em média de 40 a 50 reais).

Achei uma calça que deixa a Ju linda, gostosa e confortável. Olha ela aí! Tem para os meninos também! Custo R$25,90)

Se eu estivesse em uma loja específica para bebês, teria gasto, pelo menos, 3x mais!!! #ficadica

Beijos cheirosos para todas!!!

%d blogueiros gostam disto: