Tag Archives: gravidez

Preparada?

19 out

Seja bem-vindo João Otávio!

Escuto quase todo mundo dizer que para ter filhos precisa melhorar a situação financeira e, principalmente, estar mais preparado para o papel de pai ou mãe (já pensei assim).

Uma amigona minha, recentemente, descobriu a gravidez! Está uma gestante lindona e brilha como o sol. É uma delícia ouvir as histórias dela e as preocupações atuais (básicas de toda mamãe de primeira viagem).

Ela escreveu sobre a gestação, os preparativos da vida, sensações e como está preparando-se para ser mãe! Olha aí:

Prepare-se

Se você está pensando em engravidar em breve, permita-me um conselho
– e  acostume-se com eles, afinal todo mundo tem uma super dica para
as grávidas: prepare-se.
Prepare-se para os enjôos, seios inchados, cansaço extremo,
esgotamento físico e noites mal dormidas. Prepare-se para as mudanças
repentinas de humor, o choro fácil, a irritação por nada, o riso à
toa, a carência e a vontade de fugir pra uma ilha deserta – tudo isso
no mesmo dia.
Prepare-se para as mudanças na alimentação, para deixar de comer
coisas que ama e amar coisas antes impensáveis. Prepare-se para os
desejos estranhos e para comer as comidas mais gostosas da sua vida:
nada é mais delicioso do que aquilo que você deseja quando grávida.
Prepare-se para sentir um misto de preocupação, medo e angústia, e
por se sentir completamente responsável por alguém que você ainda nem
sabe direito como é. Prepare-se para cuidar e educar uma criança – e
para todo o peso que isso carrega.
Prepare-se para questionar seus valores, criticar outros pais e
descobrir, no minuto seguinte, que você não tem a menor idéia da
“encrenca” que está se metendo. Prepare-se para relembrar sua
infância, entender melhor as preocupações de seus pais e querer fazer
qualquer coisa para cuidar e proteger seu bebê.
Prepare-se para se emocionar. Você vai se emocionar quando ler
“positivo” no exame de gravidez, vai se emocionar no primeiro
ultrassom ao escutar um coraçãozinho muito minúsculo batendo dentro de
você. Vai se emocionar em todos os outros ultrassons sempre que vir o
quanto seu bebezinho cresce. Vai se emocionar quando souber o sexo e
decidir o nome. E em todas essas vezes, você vai chorar.
Prepare-se para ser mimada, muito mimada. Prepare-se para todos os
cuidados –  muitas vezes excessivos – de todos ao redor. Prepare-se
para se descobrir iluminada, e ser ao mesmo tempo mais paciente com as
limitações de quem você ama.
Prepare-se, sobretudo, para um amor que você antes desconhecia
completamente. Prepare-se para amar seu bebê mais do que qualquer
coisa no mundo, para amar mais o pai da criança a cada minuto, para
amar a família que está construindo. Prepare-se para um amor que não
caberá em você.
E, depois de tudo, prepare-se para descobrir, todos os dias, que você
não se preparou o suficiente.

fonte: texto de Jully Fernandes, mãe do João Otávio.

Gestação x Paparicos

24 set

Só quem carrega dois corações ao mesmo tempo pode explicar o que passamos, sentimos e do que os hormônios são capazes de fazer com a nossa vida social e pessoal  durante a gestação.

Se você está ou esteve grávida sabe como é bom uns mimos, carinhos, paparicos e etc durante essa fase. Assim como eu, algumas mulheres acreditam que a gestação vai ser um momento de muitos paparicos e dengos… Acontece que as pessoas não estão no seu nível hormonal (e, em alguns casos, com um grau de sensibilidade abaixo do esperado) e você pode se frustrar esperando delas algumas coisas que não receberás.

Essa coisa de criar expectativas, sempre abalando a gente.

Então decidi escrever aqui agradecendo ao meu marido, por ter sido incrível. Conversava com nossa filha ainda na barriga, foi paciente e me deu muito carinho. Não fui do tipo de ter desejos no meio da noite, mas passei muito mal, com fortes enjoos e até derrame facial enfrentei pelo esforço repetitivo ao vomitar. Foi terrível, repito: terrível. “Nada entrava, tudo saía”. Ele foi amoroso e soube lidar com a situação com toda calma do mundo e carinho. Mesmo assim, eu exigia mais, vocês mamães me entendem eheheheh

Quem me deu amor e dengos durante a gestação sabe como foi marcante pra mim e até hoje eu lembro cada momentinho. No diário da Júlia eu coloquei as conversas que tinham com ela, inclusive as intermináveis da minha afilhada (que foi incansável comigo) e eu amava ou minha amiga do Canadá que, mesmo longe, me enviava msg todos os dias, escrevia e-mails, ligava…

Enfim, a gente carrega um coração a mais e algumas pessoas ainda não entendem como podemos ficar tão sensíveis e emotivas.

A gente sabe, né mamães?

beijinhos e contem como foi a gestação de vcs (com paparicos ou não)!!!

%d blogueiros gostam disto: